^

topo

Público: Profissionais da área da saúde que buscam incorporar o conhecimento das 5 Leis Biológicas
Horários: 9h às 18:30h

Local do curso: Antonios Palace Hotel - Av. Independência - / Auditório

5 Leis Biológicas: Um conhecimento para nos orientar em direção à vida!

As 5LB não foram descobertas apenas para ajudar você a recuperar sua saúde, mas também para tornar sua vida mais fácil. AVISO! O objetivo não é se tornar competente, mas voltar a estar vivo!

SUMÁRIO DO CONTEÚDO:
• A central de controle – O mundo perceptivo mantém sintoma e problema: conheça seu mecanismo de funcionamento para poder gerar uma mudança.

• Integre o funcionamento das 5LB a partir do seu sintoma – Psique/Cérebro/Órgão: o corpo fala claramente, descrevendo o que estamos fazendo com a nossa vida, a cada momento.

• Sintomas na fase ativa – Como reconhecê-los e evitar os sintomas mais severos.

• Comunicação verbal – Use a linguagem certa para promover e manter a mudança.

• Presença e Posição – Estados hipnóticos cotidianos e a arte de recobrar a Presença colocam você e o outro em posição de força.


Programação

O curso tem duração de 4 dias porque há 4 níveis nos quais é necessário e possível implementar uma mudança.

1.    PERCEPÇÃO: Efeito dos mecanismos perceptivos que nos boicotam e como usá-los a nosso favor para gerar uma mudança.
2.    5LB: Sintomas e reconhecimento dos sinais na fase ativa.
3.    COMUNICAÇÃO: Qual comunicação influi na manutenção de contínuas recaídas e qual possibilita uma mudança.
4.    POSIÇÃO: Como encontrar uma posição que dê força a mim e ao outro.

Não é um curso puramente didático, e sim experiencial: por isso, aprenderemos a observar todos os quatro níveis, trabalhando UM SINTOMA E UMA QUEIXA pessoal.

MATERIAL NECESSÁRIO PARA PARTICIPAR DO CURSO:

Os PONTOS A e B referem-se ao material que você deve enviar NO MOMENTO DA INSCRIÇÃO (me exige muito trabalho preparar o curso de forma personalizada, por isso, o prazo máximo de envio é até 4 semanas antes do início do curso. Por favor, envie o antes possível)

O PONTO C refere-se ao material que você deve levar com você nos dias do curso.

A) SINTOMA - ENVIAR APÓS SUA INSCRIÇÃO PARA O EMAIL: CURSOS@CONSCIENCIACURSOS.COM.BR

O SINTOMA PESSOAL deve ser especificado de modo que eu possa reconhecer tecido e fase, para preparar o PowerPoint “personalizando-o”.
Informações necessárias:
-    Se você é destro(a) ou canhoto(a) e sua idade atual.
-    Sintoma: Como ele se manifesta // Quando, há quanto tempo e a que intervalos // Se você tem um diagnóstico // O que você já fez // Que ideia você tem a respeito desse sintoma // Em que situações emocionais o sintoma apareceu // Em que ocasiões você esperava ele surgisse, mas, ao invés disso, você se surpreendeu porque o sintoma não se manifestou // Suas observações pessoais.

ATENÇÃO: Poucas linhas, apenas o necessário para que eu possa entender!!
ATENÇÃO: O material será anônimo, mas cada um poderá reconhecer o seu.

B) QUEIXA - ENVIAR APÓS SUA INSCRIÇÃO PARA O EMAIL: CURSOS@CONSCIENCIACURSOS.COM.BR

A QUEIXA é uma verdadeira queixa, ou seja: “de quem é a culpa se eu tenho o que tenho?”. Permita-se expressá-la... Afinal, é o que você se diz a si mesmo, cada vez que sente esse sintoma.

ATENÇÃO!!! A QUEIXA NÃO PODE SER:

1.    É culpa minha...  Não vale. Até porque, se é culpa minha que eu sou como sou, será também culpa de mais alguém que eu seja assim!
2.    Não deve ser uma tradução em 5LB. Se você conhece as 5LB, pode incluir uma interpretação sua, mas precisamos trabalhar em cima daquilo que você “se diz” quando pensa ou sente seu sintoma.
3.    A causa da sua queixa não poder ser o próprio sintoma: Por exemplo, “não aguento mais ter dor nas costas...” não é suficiente. Você precisa rastrear a causa, ou seja, o “culpado” disso.

ATENÇÃO! VOCÊ NÃO DEVE ME ENVIAR TODA A HISTÓRIA DA SUA QUEIXA. APENAS UM “RESUMO”. Por exemplo: “sempre tenho dor de estômago porque, há anos, vivo uma vida cheia de responsabilidade. Devo fazer tudo eu mesmo(a).”

C) MATERIAL PARA LEVAR NO DIA DO CURSO: IMAGENS

Antes de mais, amplie o relato da sua queixa, para ter mais sugestões na busca de imagens. Permita-se expressar-se livremente na sua queixa, sem censura!

NECESSITAMOS DOIS GRUPOS DE IMAGENS:

SUGESTÃO: No Google, basta digitar no campo de busca palavras como ‘felicidade’, ‘desastre’, ‘ação’, etc, que você vai achar tudo que está procurando e até mais…. Deixe a inspiração vir. Se você levar poucas imagens, não vai conseguir trabalhar bem no curso.

1° GRUPO de IMAGENS representam a QUEIXA: Pelo menos 8-10 imagens reais ou simbólicas que representam a sua queixa. (Quanto mais você achar, mais informações vai conseguir). Por exemplo: “Me aconteceu uma coisa dramática” e a imagem pode ser uma casa que desaba.

EXEMPLO DE QUEIXA: “Por muitos anos, tive que enfrentar situações maiores que eu. A mais difícil foi quando minha morreu no hospital. Acho que, se meu pai tivesse me dado uma mão, assumindo a responsabilidade, talvez as coisas tivessem sido diferentes. Se eu continuar assim no futuro, acho que homem nenhum vai poder entrar na minha vida. Me sinto sozinha, como todas as mulheres da minha família, no fundo, sempre foram.

EXEMPLO DE BUSCA POR IMAGENS: Descreva a sua queixa através de imagens, ao invés de palavras:

“Por muitos anos, tive que enfrentar situações maiores que eu …”
⇨ IMAGEM: uma pessoa aos pés de uma montanha enorme

“…A mais difícil foi quando minha morreu no hospital”
⇨ IMAGEM: a mão de uma mulher anciã e de uma mulher jovem, tocando-se

“…Acho que se meu pai tivesse me dado uma mão, assumindo a responsabilidade, talvez as coisas tivessem sido diferentes”
⇨ IMAGEM: carta de tarô do homem com a cabeça enfaixada que se gira de costas

“…Se eu continuar assim no futuro, acho que homem nenhum vai poder entrar na minha vida”
⇨ IMAGEM: placa de trânsito indicando acesso proibido

“…Me sinto sozinha”
⇨ IMAGEM: deserto

“…como todas as mulheres da minha família, no fundo…”
⇨ IMAGEM: antepassados

Por isso, amplie sua queixa, inclusive examinando o passado (por exemplo: “quando eu era pequena, se tomasse a iniciativa, era punida”), ou o futuro (“sempre vou ser enganada pelos outros”), ou para expressar seus sentimentos (“me sinto solitária”).

2° GRUPO de IMAGENS BONITAS: Pelo menos 15-20 imagens que você escolher instintivamente, só porque te agradam, porque aquecem seu coração, te dão energia, sem nenhum motivo lógico.

IMPRIMA E/OU RECORTE AS IMAGENS ESCOLHIDAS E JÁ LEVE TODAS ELAS PRONTAS, NO TAMANHO CERTO!!!!
Sugestão: No Google, basta digitar no campo de busca palavras como ‘felicidade’, ‘desastre’, ‘ação’, etc, que você vai achar o que está procurando – vai achar até o que nem estava procurando!!! O trabalho se torna muito mais rico de possibilidades. Com poucas imagens, você não vai conseguir trabalhar bem no curso.

MERGULHE NA BUSCA DE IMAGENS... O trabalho começa já aqui!

=> FORMATO DAS IMAGENS: Todas as imagens devem estar em papel, num tamanho de até 5cm x 10cm (tamanho máximo)

=> PODE SER ÚTIL LEVAR TAMBÉM UM PAPEL OU UMA CARTOLINA para você usar como suporte do seu trabalho, do tamanho que melhor servir para você apoiar suas imagens.

=> NÃO COLE AS IMAGENS NO PAPEL. Você vai movê-las durante o trabalho no curso (mas vai poder tirar fotos de tudo, com o seu celular, assim terá um registro!)

Até logo!  Sì

Deixe seu comentário

13, 14, 15, 16 de Setembro / 2019

Para pagamento à Vista

Detalhes do Ministrante

Simona Cella

Simona Cella

Oi! Me chamo Simona Cella.
Amo a vida, respiro sua essência e sinto por ela um profundo respeito. Que a vida emane de um ser humano ou de uma folha de grama, para mim, não faz diferença, porq..

veja mais sobre nosso palestrante.
Simona Cella

Simona Cella

Oi! Me chamo Simona Cella.
Amo a vida, respiro sua essência e sinto por ela um profundo respeito. Que a vida emane de um ser humano ou de uma folha de grama, para mim, não faz diferença, porque não há diferença.
Graças a este recurso, pude me render ao impulso transformador que minha história pessoal me ofereceu, ao longo de um caminho feito de aprendizagens e vivências.
O meu foi um percurso de formação empírica do conhecimento.
Não aderi a uma escola de pensamento. Em função do instrumento que precisei usar em cada situação, fui escolhendo meus mestres, dos quais, a vida foi o maior de todos.
Assim, atravessando infernos e renascendo, cada vez um pouco mais inteira, estou sempre mais convencida de que pode existir um mundo diferente, e tenho até a presunção de imaginar como isso poderia ser alcançado.
Minha satisfação é ajudar às pessoas a encontrarem seu caminho de volta para casa, encontrando assim eu o meu também... casa aquela que, na verdade, se chama vida.

Os meus “não”
Não sou psicóloga, nem médica, nem muito menos guru. Não possuo certificados que oficializem o que a vida pôde me ensinar e me sinto, devo admitir, bastante orgulhosa disso... A minha experiência não é, portanto, endossada por um papel. Está integrada nas minhas células, flui no meu sangue e se propaga com a minha respiração.
Sempre acreditei que é essencial criar congruência e conexão entre o que sabemos e o que somos. Você pode contar o que quiser ao mundo, mas os outros só vão compreender o que você é: tanto dentro como fora.
Minha intenção não é, portanto, transmitir uma técnica, mas um modo de abordar a vida, que implica fluidez, flexibilidade, presença, disponibilidade, experimentação, mudança, recursos.
Em poucas palavras, uma abordagem que nos leva a nos orientar em direção à vida.
Esta é a minha proposta para você. A mudança está no ‘aqui e agora’.

Os meus “sou”

Eu represento tantos papéis como você. Posso vê-los e reconhecê-los como "figurinos", mas sei que o que sou não tem nada a ver com eles... assim como você.
Sei que sou o que escolho para mim, e escolho o que gosto: a surpresa, a lealdade, a conexão, a presença e o coração.
Posso ver meus limites e minhas dores. Eles não são um problema porque, ao reconhecê-los honestamente, deixo de causar danos aos outros.
Me sinto uma alma livre que passeia momentaneamente por essa terra, com o prazer de estar aqui para compartilhar sua beleza, livre para escolher minhas decisões.
O meu trabalho, o que eu gosto de fazer, é ajudar aqueles que querem ter as ferramentas para se sentir livres, por sua vez, respeitando todas as formas que habitam o planeta